Área do associado
[BRASILCON]

Consumidores ignoram 'esquenta' da Black Friday

Apesar de comércio antecipar promoções, vendas caem na 1ª quinzena do mês

22 NOVEMBRO 2018

Por: https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/11/consumidores-ignoram-esquenta-da-black-friday.shtml

NOTÍCIA

Consumidores vêm adiando compras à espera da Black Friday, que concentrará promoções nesta sexta (23).

Ao lado dos feriados de novembro e da temperatura mais baixa do que a esperada para o período, a data promocional é um dos fatores apontados pela ACSP (Associação Comercial de São Paulo) para uma queda de 1,1% nas vendas do varejo paulistano na primeira quinzena de novembro em relação ao mesmo período de 2017.

Marcel Solimeo, economista da associação, diz que o evento, importado dos Estados Unidos no início da década e que cresceu primeiro na internet, consolidou-se no varejo físico brasileiro.

"A espera para comprar na promoção ocorre principalmente nas compras de maior valor, que podem ser programadas", diz o economista.

Solimeo espera que o setor se recupere na segunda metade do mês e cresça 3% em relação à segunda quinzena de novembro do ano passado e feche em patamar positivo.

Com o objetivo de aproveitar ao máximo o impulso no consumo que a data traz, muitas lojas começaram a antecipar parte das promoções.

Segundo a consultoria Ebit|Nielsen, que monitora as vendas do comércio eletrônico, o aumento do consumo no que foi apelidado de "esquenta" ainda é tímido.

Ana Szasz, líder comercial da empresa, diz que as vendas de segunda e terça-feira foram parecidas com as de um dia de bom desempenho comum.

Segundo ela, a antecipação de algumas promoções serve principalmente como instrumento de publicidade, para que a loja vá avisando ao consumidor que participará do evento na sexta.

O comprador tende a achar que os descontos antecipados são menores do que os que virão na Black Friday e, por isso, não é convencido por eles.

Segundo ela, os picos de vendas na semana ficam na meia-noite de quinta para sexta e às 9h do segundo dia.

A consultoria espera que a Black Friday cresça 15% em relação ao evento de 2017 e movimente R$ 2,43 bilhões. A semana do evento chega a representar 16 vezes uma semana comum.

Segundo Szasz, vale segurar as compras nos casos de produtos dos quais o consumidor acredita que haja estoque disponível em várias lojas.

Em caso de itens muito particulares, que podem acabar logo, pode valer a pena aproveitar promoções antecipadas.

"Se quero um modelo de tênis muito específico, pode ser melhor comprar antes da Black Friday, mesmo sem ser a melhor promoção. Agora, se quero um tênis de corrida e sem uma marca específica, espero até a sexta-feira."

Ela recomenda que, para fazer boas escolhas e controlar os gastos, consumidores façam listas do que precisam comprar e dos itens que vão adquirir apenas caso encontrem uma boa oportunidade.

Com a maior movimentação no comércio e as compras feitas por impulso, a Black Friday costuma levar a um maior registro de queixas em órgãos de defesa do consumidor.

A maioria está relacionada a produtos em promoção, porém indisponíveis, maquiagem de preço (quando o percentual de desconto informado não é verdadeiro) e dificuldades para finalizar a compra.

Por outro lado, houve queda no número de queixas na comparação entre as edições de 2016 e 2017. O Procon-SP afirma ter recebido 2.654 reclamações em 2016, ante 2.091 no ano passado.

O órgão fará plantão de atendimento durante o evento. É possível entrar em contato em redes sociais, pelo site da organização ou pelo telefone 151.

PREPARE-SE PARA O BLACK FRIDAY
Casas Bahia e Ponto Frio
Lojas abrem nesta quinta-feira (22) às 11h com descontos; na sexta, funcionamento começa às 6h

Extra
Descontos começam às 20h desta quinta; lojas Extra Hiper funcionam 24 horas; a maioria das lojas Extra Super fechará à 0h e reabrirá às 6h desta sexta

Lojas Americanas - Estabelecimentos selecionados abrirão à 0h

Ricardo Eletro
Descontos começam às 18h de quinta e lojas ficam abertas até a 0h, reabrindo na sexta às 6h

Na internet
Vendas começam à 0h desta sexta nos sites
submarino.com, americanas.com, magazineluiza.com.br e ricardoeletro.com

BLACK FRAUDE? Saiba como reclamar

Utilização da Hashtag #proconspnablackfriday nas redes sociais
Facebook e Twitter oficiais da Fundação Procon
Formulário para reclamações disponível no site entre os dias 22 e 28
Atendimento telefônico pelo 151: dia 22 das 19h à 0h; dia 23 das 8h às 20h
Consulte a lista dos sites que devem ser evitados, segundo o Procon em https://goo.gl/8mXebR

ÚLTIMAS NOTÍCIAS